A história da Triumph

…O período PRÉ-HINCKLEY

A Triumph Cycle Company foi fundada em 1887 por Siegfried Bettmann, que rapidamente adquiriu um espaço em Coventry, no qual começou a construir bicicletas. Em 1902, com a evolução da tecnologia, a empresa dedicou-se à produção de velocípedes a motor. Em 1905, a fabrica produzia já 500 motociclos por ano, estando as áreas de projecto, fabrico e construção concentradas nas instalações de Coventry.

Nos 18 anos que se seguiram, a Triumph gozou de um sólido crescimento, e em 1923 a empresa alargou a sua produção a veículos automóveis. Em 1925, a fábrica de motociclos em Coventry ocupava uma área superior a 46.000 metros quadrados, e empregava 3000 pessoas; a produção rondava as 25-30.000 unidades por ano.

A indústria de motociclos manteve-se relativamente estável até ao início da década de 30, e em 1935 decidiu-se separar as divisões de motociclos e automóveis (o negócio das bicicletas já tinha sido vendido em 1932). Posteriormente, o ramo dedicado aos motociclos veio a ser vendido e a Triumph passou a designar-se Triumph Engineering Co.

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Governo requisitou praticamente todas as máquinas fabricadas e, apesar da fábrica de Coventry ter sido destruída nos bombardeamentos de 1941, a produção manteve-se durante a guerra, primeiro em instalações temporárias em Warwick, e posteriormente na nova fábrica em Meriden.

A produção destinada ao mercado civil foi retomada em 1946 e, com as linhas de produção novamente a laborar, a Triumph propôs-se restabelecer uma rede de concessionários na América. Em 1951, o grupo BSA adquiriu a Triumph, mantendo no entanto a marca, e também uma certa autonomia relativamente à estratégia do grupo.

As duas décadas que se seguiram são hoje designadas como a idade de ouro do motociclismo Britânico. O motociclismo estava no auge da sua popularidade na Europa Ocidental e nos Estados Unidos, e algumas das maiores estrelas do cinema – James Dean, Clint Eastwood, Steve McQueen e Marlon Brando contracenaram com as suas Triumphs e ajudaram a solidificar a sua reputação como a maior marca de motociclos daquela era.

Durante este período, a Inglaterra dominou a cena motociclística mundial com diversos modelos famosos, sendo a Triumph Bonneville a mais conhecida. Esta acabou por se tornar no ícone e mantém ainda hoje o seu estatuto de motociclo de culto.

A T120 Bonneville original, assim chamada em reconhecimento das proezas a alta velocidade de Johnny Allen na planície salgada de Bonneville, no estado do Utah, foi lançada em 1959 com uma versão de alto desempenho da versão de dois cilindros em linha, com 650 c.c. e dois carburadores, existente na altura (a Triumph T110 Tiger). Foi um enorme sucesso para a marca, especialmente nos Estados Unidos.

Em 1969, a Triumph atingiu o pico máximo de produção, com cerca de 46.800 unidades por ano. No entanto, no início dos anos 70, os atrasos no fornecimento de componentes, juntamente com problemas de maquinaria, provocaram atrasos na produção e, em 1972, numa operação apoiada pelo estado, o Grupo BSA fundiu-se com a Norton Villiers, dando origem à Norton-Villiers-Triumph (NVT).

Em 1973, a NVT anunciou o encerramento da fábrica de Meriden, originando uma ocupação pacífica pelos trabalhadores. A produção acabou por paralisar e, no ano seguinte, praticamente não se fabricaram motociclos. Em 1975, após prolongadas negociações, foi fundada a Cooperativa de Trabalhadores de Meriden, e com um financiamento do estado, a fábrica retomou a produção dos modelos de 750cc, Bonneville e Tiger. A cooperativa acabou por adquirir os direitos da marca Triumph à NVT e a produção foi aumentando gradualmente até às 350 unidades por semana.

Apesar dos apoios do estado, a cooperativa acabou por falir em 1983.

Veja a continuação

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s