Honda CB1000F


Não será pelo seu aspecto, demasiado convencional, nem pela posição de condução, muito ergonómica, nem pela potência do motor, bem doseável, nem pelo consumo, bastante comedido, nem pela travagem quase referencial, que irei manter uma boa impressão desta moto. Será, isso sim, pelo conjunto de todos os factores que tornam esta máquina numa classe de motos a que me sinto tentado chamar de referencial de razão. Não apresentando soluções de vanguarda nem componentes de elevado desempenho, a Honda oferece (neste “lifting” da CBF1000 lançada em 2006) um pacote muito honesto, despretensioso, e carregado de bons argumentos.

A grande suavidade de funcionamento e condução é o que mais depressa sobressai logo após o arranque. Leve de operação, desde as manetes à caixa de velocidades e passando pela travagem, todo o conjunto quase parece não querer distrair-nos do puro prazer de condução, oferecendo-nos uma enorme confiança logo desde o início.

O motor é muito linear e redondo, utilizável logo a partir de baixa rotação, começando a tornar-se mais vigoroso quando se aproxima do regime de binário máximo que é medido às 6.500 rpm. Daí até ao “Red-Line”, nas 10.000rpm, a aceleração torna-se mesmo muito interessante.

A ciclística, por seu lado, é irrepreensível. Bem apoiada numa suspensão regulável em compressão, extensão e pré-carga, com um curso de 120 mm, absorve muito bem as vibrações causadas pelas irregularidades do asfalto, apenas se notando menos competente a absorver o impacto nas crateras que pululam nas nossas estradas. Um imperativo no que diz respeito às faculdades desportivas com que a CBF1000F nos brinda, quando elevamos o regime do motor para lá das 5.000 rpm numa qualquer estrada de curvas. A entrada em ângulo é muito intuitiva, permitindo facilmente níveis de inclinação elevados, sendo muito fácil raspar os poisa-pés no alcatrão se nos começarmos a entusiasmar.

A travagem, equipada com o sistema C-ABS é facilmente doseável, sem grande incisão na fase inicial, mas suficiente para podermos evitar situações de perigo ou eventual contacto, naquelas alturas em que, seja porque razão for, o espaço livre e visível à nossa frente sofra uma diminuição brusca e não haja escapatória que nos valha!

O painel de instrumentos fornece as informações mais importantes de forma detalhada e facilmente legível. O grande conta-rotações central e analógico não nos distrai da leitura dos dados mais importantes como a velocidade, o nível do combustível, a hora e o consumo médio praticado, valores expressos digitalmente nos dois satélites situados de cada um dos seus lados. É certo que um indicador da relação de caixa engrenada também era bem-vindo, mas o ponto negativo reside mesmo nos botões de “mode e reset”, demasiado pequenos e demasiado abaixo, para serem facilmente utilizados. Mesmo sem luvas calçadas! E são impossíveis de operar de forma segura, em andamento.

O novo ecrã, regulável manualmente com quatro posições de ajuste distintas, é quase suficiente para proteger dos mosquitos até os condutores de maior estatura. A posição de condução é bastante ergonómica. Apenas o assento poderia ser um pouco mais confortável em termos de estofo. Os poisa-pés colocados numa posição mais recuada e rebaixada permite-nos conseguir angariar mais espaço para as pernas que, devido à linha esguia do quadro viajam bem protegidas pela aerodinâmica da semi-carenagem. O guiador é suficientemente alto para permitir uma condução mais turística, e suficientemente amplo para nos poder permitir uma atitude mais desportiva. Pena é que, em termos de iluminação nocturna, a CBF 1000F está longe de ser uma referência, sobretudo se quisermos aproveitar as suas aptidões dinâmicas à noite.

Publicado na edição nº 230 da Revista MOTOCICLISMO

Fotos: João Carlos Oliveira / MOTORPRESS

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s